Simbolo do Jornal Satelite         Logo do Jornal Sateliteselo

 Data::Hora Javascript

Grande Taguatinga

flagrante3
  • Programa GDF Presente faz obras de pequeno porte na QNG 12 e na QNM 34, em Taguatinga Norte

  • * Grupo faz doação de marmitas para pessoas desamparadas no Hospital Regional de Taguatinga

  • * Mães de bebês internados na UTI Neonatal do Hospital de Taguatinga ganham espaços de acolhimento

  • * Administração Regional de Taguatinga propõe debate para discutir melhorias na Boca da Mata

  • * Mutirão de recuperação mamária eleva a autoestima de mulheres no Hospital Regional de Taguatinga

Instagram

instagram

Edições Impressas

CLIQUE AQUI

para ler as edições passadas 

Desde 21 de Abril de 1966, o JORNAL SATÉLITE teve edições mensais impressas.

A partir de Janeiro de 2019, deixamos de imprimir o jornal em papel, dando mais atenção à sua edição digital, agora diária.

Você pode ter acesso às edições impressas clicando na foto acima.

O leitor escreve

* Buracos estão sendo tapados

* Comunidade se movimenta

* Academia Taguatinguense de Letras

12 10 2021 flagranteatendimentohvepTaguatinga12/10/2021
Desde 2018, quando foi criado, o Hospital Veterinário Público (Hvep), localizado em Taguatinga, atendeu 58.899 animais. A gestão do hospital está a cargo do Instituto Brasília Ambiental, que, recentemente, ampliou em 100% a capacidade de atendimento. No Distrito Federal, esses atendimentos são gratuitos. O Hvep oferece consultas, exames de sangue e de imagem (raios-x e ultrassom) e cirurgias, entre elas as ortopédicas. Castrações só são feitas em casos terapêuticos, ou seja, indicadas pelo veterinário como forma de curar uma doença, como tumores nas mamas, útero ou ovários, em fêmeas, ou nos testículos, em machos. Os atendimentos são realizados mediante senhas que são entregues pessoalmente, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, por ordem de chegada, a partir das 7h30. São realizadas cerca de 2,1 mil consultas por mês e são feitos 30 atendimentos emergenciais e 10 ortopédicos todos os dias. Depois que o tutor pega a senha, ele passa por uma triagem para comprovar a necessidade do atendimento de emergência, que acontece até 15h. Depois da triagem, o animal passa pela avaliação do veterinário, que pode indicar exames para complementar o diagnóstico – os de imagem e de sangue são feitos gratuitamente. Todos os veterinários do Hvep são clínicos-gerais ou ortopedistas. As doenças mais comuns nos cães e gatos que chegam ao Hvep e são tratadas lá mesmo são leishmaniose, doença do carrapato e outras hemoparasitoses, leptospirose, doenças virais (tanto em cães, quanto em gatos), tumores em geral e infecções uterinas.
Texto: Francisco Welson Ximenes
Foto: Agência Brasília

 

 

 

 

Espaço para publicidade

da sua empresa

ou do seu negócio

 

 

Ligue (61) 99975-2121

 

 

 

 

 

Compre em Taguatinga

Banner