Simbolo do Jornal Satelite         Logo do Jornal Sateliteselo

 Data::Hora Javascript

Grande Taguatinga

flagrante3
  • Paciente reencontra cachorrinho de estimação no Hospital Regional de Taguatinga

  • * Pombos se alimentam de queijo ralado em atacadista no Pistão Sul, em Taguatinga

  • * Suspeito de furtar vários veículos em Taguatinga é preso pela Polícia Militar

  • * Secretaria DF Legal remove obra irregular na QSE, em Taguatinga Sul

  • * Paradas de ônibus de Taguatinga são revitalizadas e decoradas com mensagens sociais

Instagram

instagram

Edições Impressas

CLIQUE AQUI

para ler as edições passadas 

Desde 21 de Abril de 1966, o JORNAL SATÉLITE teve edições mensais impressas.

A partir de Janeiro de 2019, deixamos de imprimir o jornal em papel, dando mais atenção à sua edição digital, agora diária.

Você pode ter acesso às edições impressas clicando na foto acima.

O leitor escreve

* Buracos estão sendo tapados

* Comunidade se movimenta

* Academia Taguatinguense de Letras

10 08 2020 flagrantegolpeemTaguatinga10/8/2020

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga uma loja de Taguatinga que promete juros baixos em financiamento, além de aumentar o score do Serasa para qualquer pessoa. Usando anúncios de veículos pela internet como isca, a tal empresa possui um roteiro para convencer clientes de que o melhor caminho é pagar para limpar o nome. O caso aconteceu com uma empregada que tentava comprar um carro. Com o preço baixo e várias fotos no site de vendas atestando o bom estado do veículo, ela entrou em contato por WhatsApp com a suposta dona do carro. Após uma breve conversa, ficou acertado que o automóvel estaria no endereço combinado em Taguatinga para que ela e o marido pudessem ver se a quilometragem estava certa e os documentos em dia. Quando o casal chegou ao endereço indicado, o veículo não estava lá. “Apareceram com uma conversa de que não estava disponível no momento e fizeram toda uma enrolação para justificar. Depois de um cadastro, inventaram que o score no Serasa estava baixo e que o financiamento não era possível”, explica a empregada. A solução foi oferecida na hora. O estabelecimento afirmou ter um jeito de aumentar o score de maneira rápida. Basta o comprador pagar R$ 1,6 mil e esperar a aprovação posterior. Mesmo a mulher tendo arcado com a quantia, os golpistas entraram em contato novamente com a vítima pedindo mais dinheiro. “Foi aí que fiquei sabendo. A nossa empregada veio pedir dinheiro emprestado para pagar mais R$ 1,8 mil. Na hora que fomos ver, identificamos o golpe”, disse o chefe da empregada. A partir daí, o chefe assumiu as conversas com a loja. “Fiz o boletim de ocorrência e pedi para que devolvessem o dinheiro. Fiz isso várias vezes, mas não responderam", destacou. O caso não ocorreu apenas com uma vítima. Várias queixas no site Reclame Aqui demonstram o mesmo modo de operação da empresa, que promete financiamento fácil e rápido, ainda que isso signifique pagar uma grande quantia em dinheiro antes.
Texto: Francisco Welson Ximenes
Foto: Internet

 

 

 

 

Espaço para publicidade

da sua empresa

ou do seu negócio

 

 

Ligue (61) 99975-2121

 

 

 

 

 

Compre em Taguatinga

Banner