Simbolo do Jornal Satelite         Logo do Jornal Sateliteselo

 Data::Hora Javascript

Grande Taguatinga

flagrante3
  • * Governo do Distrito Federal anuncia a reconstrução da Escola Classe 52 de Taguatinga

  • * Parque Lago do Cortado, em Taguatinga, reabre hoje com fiscalização e restrições de atividades

  • * Governo do Distrito Federal revitaliza 964 metros de calçadas em Taguatinga Norte

  • * Secretaria de Turismo do Distrito Federal entrega cestas básicas para artesãos de Taguatinga

  • * Cartório, em Taguatinga Sul, fecha as portas após suspeita de contágio de coronavírus

Instagram

instagram

Edições Impressas

CLIQUE AQUI

para ler as edições passadas 

Desde 21 de Abril de 1966, o JORNAL SATÉLITE teve edições mensais impressas.

A partir de Janeiro de 2019, deixamos de imprimir o jornal em papel, dando mais atenção à sua edição digital, agora diária.

Você pode ter acesso às edições impressas clicando na foto acima.

O leitor escreve

* Buracos estão sendo tapados

* Comunidade se movimenta

* Academia Taguatinguense de Letras

29 03 2020 flagrantedflegalfechamentoTaguatinga29/3/2020

De acordo com a Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal), o descumprimento da quarentena contra o novo coronavírus já provocou o fechamento de 5.170 lojas no Distrito Federal. As regiões com o maior número de flagrantes de desrespeito ao isolamento de segurança são Plano Piloto, Ceilândia e Taguatinga. Os fiscais notificaram e aplicaram multas aos lojistas que contrariaram o decreto do Governo do Distrito Federal, que exige o fechamento do comércio. As penalidades variaram de R$ 3,6 mil a R$ 24 mil. Entre os dias 20 e 27 de março, foram realizadas mais de 30 mil vistorias diariamente em centros comerciais por todo DF. Segundo o secretário do DF Legal, Gutemberg Tosatte, a avaliação das operações é positiva. “Cerca de 80%, 90% dos comerciantes atenderam ao decreto e fecharam as portas. Alguns poucos, como distribuidoras e lava-jatos, ainda insistem”, afirmou. “É um momento em que tudo é novo e incerto. Nossa atividade tem buscado a conscientização e, em última instância, a aplicação de multas. Os poucos que foram autuados receberam a multa por repetidas desobediências, inclusive à interdição”, afirmou o secretário.
Texto: Francisco Welson Ximenes
Foto: Agência Brasília

 

 

 

 

Espaço para publicidade

da sua empresa

ou do seu negócio

 

 

Ligue (61) 99975-2121

 

 

 

 

 

Compre em Taguatinga

Banner