Simbolo do Jornal Satelite         Logo do Jornal Sateliteselo

 Data::Hora Javascript

Grande Taguatinga

flagrante3
  • Em fase final, obra do viaduto de Taguatinga recebe penúltima etapa de órgãos do GDF

  • * Homem fica mais de 35 horas no Hospital Regional de Taguatinga para retirar faca das costas

  • * Carcaças de carros jogadas em Taguatinga podem se tornar criadouros da dengue

  • * Pacientes do Hospital Regional de Taguatinga agora têm acesso à Internet grátis

  • * Governo do Distrito Federal prevê entrega do túnel de Taguatinga para junho de 2022

Instagram

instagram

Edições Impressas

CLIQUE AQUI

para ler as edições passadas 

Desde 21 de Abril de 1966, o JORNAL SATÉLITE teve edições mensais impressas.

A partir de Janeiro de 2019, deixamos de imprimir o jornal em papel, dando mais atenção à sua edição digital, agora diária.

Você pode ter acesso às edições impressas clicando na foto acima.

O leitor escreve

* Buracos estão sendo tapados

* Comunidade se movimenta

* Academia Taguatinguense de Letras

14 02 2020 flagrantecomérciocarnavalemTaguatinga14/2/2020

O carnaval se aproxima e começa a gerar otimismo no comércio de Taguatinga. Algumas regiões administrativas do Distrito Federal já estão no ritmo da festa com a temporada dos bloquinhos. As lojas de fantasias e festas de Taguatinga estão sendo muito procuradas por clientes de todo o DF. Na cidade é possível encontrar diversas opções em artigos carnavalescos. Para quem deseja gastar pouco, é possível encontrar fantasias de super-heróis e dos mais variados temas. O uniforme de enfermeira, por exemplo, pode ser encontrado por R$ 4 no Taguacenter. "O Brasil está em crise, mas, no carnaval, ninguém entra em crise", afirma a vendedora Maria Clara Araújo, que trabalha em uma loja da região. Os lojistas da Feira dos Goianos também estão apostando alto no carnaval. A procura por roupas coloridas está grande. Neste ano, uma novidade é a abertura dos shoppings durante os dias da festa. “É um investimento a mais na economia. Até porque muitos centros comerciais farão bailes infantis e matinês. Então, as pessoas que não gostam dos blocos de rua irão procurar os centros de compras para gastar”, projeta Edson de Castro, presidente do Sindivarejista.
Texto: Francisco Welson Ximenes
Foto: Internet

 

 

 

 

Espaço para publicidade

da sua empresa

ou do seu negócio

 

 

Ligue (61) 99975-2121

 

 

 

 

 

Banner