Simbolo do Jornal Satelite         Logo do Jornal Sateliteselo

 Data::Hora Javascript

Grande Taguatinga

flagrante3
  • Em almoço com empresários, governador Ibaneis faz balanço e traz novidades para Taguatinga

  • * Shopping lança "Mercadinho Alameda” e aproxima produtores e clientes em Taguatinga

  • * Estudantes de área rural do DF ganham passeio especial com direito a lanche em Taguatinga

  • * Pista de acesso ao Hospital Veterinário Público do DF, em Taguatinga, está cheia de buracos

  • * Hospital Regional de Taguatinga coordena estudo sobre novo medicamento a pedido da Anvisa

Instagram

instagram

Edições Impressas

CLIQUE AQUI

para ler as edições passadas 

Desde 21 de Abril de 1966, o JORNAL SATÉLITE teve edições mensais impressas.

A partir de Janeiro de 2019, deixamos de imprimir o jornal em papel, dando mais atenção à sua edição digital, agora diária.

Você pode ter acesso às edições impressas clicando na foto acima.

O leitor escreve

* Buracos estão sendo tapados

* Comunidade se movimenta

* Academia Taguatinguense de Letras

02 12 2019 flagrantecentroadministrativoTaguatinga2/12/2019

Por maioria de votos, o plenário do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) negou uma medida cautelar para proibir a ocupação do Centro Administrativo (Centrad). Com isso, o Executivo não está impedido de utilizar o complexo, mas precisa atender uma série de exigências feitas pelos conselheiros antes de iniciar o processo de transferência da estrutura do governo para Taguatinga. O relator do processo, conselheiro Inácio Magalhães, havia rejeitado o pedido do Ministério Público de Contas de vetar a mudança, mas cobrou explicações à Secretaria de Economia do DF, antes de tomar uma decisão final. Agora, o conselheiro decidiu recomendar que o GDF, antes de se mudar para o Centrad, elabore um plano de investimentos e de ocupação detalhado, contemplando impacto de trânsito, custo-benefício e valores de contratos com prestadoras de serviço de limpeza, vigilância e conservação. Os conselheiros também recomendaram que o governo documente todos os custos realizados com o Centrad e envie uma série de processos relacionados à parceria público-privada firmada para a construção do empreendimento com o consórcio formado pelas empresas Via Engenharia e Odebrecht.
Texto: Francisco Welson Ximenes
Foto: Internet

 

 

 

 

Espaço para publicidade

da sua empresa

ou do seu negócio

 

 

Ligue (61) 99975-2121

 

 

 

 

 

Banner